Internet ameaçada

0
Olá, pessoal, tudo bem?
 
Mais uma vez, algumas poucas pessoas decidem contra a maioria. Essa semana, um dos maiores erros cometidos pelos Estados Unidos, que foi a eleição do atual presidente deu um efeito mais que nocivo ao símbolo maior da nossa cultura atual, a quebra da neutralidade da internet. Essa geração em que vivemos está prestes a receber uma porrada sem precedentes. Com certeza, o Brasil tenderá a ir por esse caminho, já que vivemos copiando os EUA. Com o fim da neutralidade, a internet passa a ser como as TVs a cabo, caras e seletivas. Basta ver a diferença entre a TV aberta e a fechada para saber como perderemos se o Brasil chegar a seguir esse caminho.
 
A internet hoje é um espaço totalmente democrático onde, além de escolhermos o que queremos assistir, temos a possibilidade de produzir conteúdo. Qualquer pessoa pode produzir o que quiser, ser o protagonista. Ideias podem mudar a vida de uma pessoa que, antes, precisaria de muito mais recursos para poder se desenvolver. O capitalismo, mais uma vez, promovendo o retrocesso a grande parte da população.
27278938299_54573e5c3f_z
Eu li, vi e ouvi vários argumentos sobre o assunto. Alguns que considero absurdos. Talvez o mais deles foi o de que a internet livre esteja gerando violência e polarizações, principalmente em redes sociais, comentário feito pelo Luiz Felipe Pondé no jornal da cultura. Argumento extremamente equivocado. Como se a parcela que não poderá pagar seja a responsável unicamente por isso. Depois disso, uma grande parte da população perderá voz e será menos representada ainda do que já é. O fim da neutralidade não traz nada de positivo, isso é fato. Só a possibilidade do controle econômico por setores que estão perdendo para a liberdade que a tecnologia possibilitou.
 
O resultado disso será descontado no seu bolso. Você terá que pagar por cada coisa que acessa separadamente, como youtube, facebook, instagram e whatsapp, por exemplo. Lembra de quando e como gastávamos para fazer ligações e a liberdade do zap diminuiu isso? Pois poderão controlar a quantidade de mensagens que enviamos a todo momento, por exemplo.
 
As empresas já começaram a pressionar aqui no Brasil e, se não ficarmos alertas, sofreremos mais essa baixa. Eu acredito que já seja bem difícil, dada a situação absurda que vivemos politicamente no nosso país, com o poder nas mãos desse ilegítimo presidente, que está a serviço desse lado podre do capitalismo. No final, quem tiver mais dinheiro, mais poder, dominará a rede.
 
Está complicado, cada vez muito mais complicado, meus amigos, entender e conviver com essa situação, onde vemos nossos direitos sendo tirados a cada dia, dessa forma tão absurda. Difícil ver que muitas pessoas ainda concordam com tanta coisa errada. Passando aqui perto de casa, vimos que alguém escreveu na rua algo, defendo intervenção militar, com vários argumentos estúpidos. Muito provavelmente alguém que não viveu aquele período para saber o quanto mau foi, o quanto perdemos em evolução, quantos inocentes morreram e quantos direitos perdemos. E quem acha que não vivemos uma certa ditadura não percebe que ainda estamos sob a sua sombra. Mas isso é assunto para um próximo artigo.
 
Muita paz, amor, música e que a arte permaneça sempre dentro de nós. Até a próxima, amigos viajantes.
 
E-mail: luizinho@diretodacidade.com.br

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA