Efeito Borboleta

0

Suponhamos que você seja assaltado por duas vezes:
Situação A: O individuo apanha uma quantia de R$100,00 e foge.
Situação B: O individuo apanha a mesma quantia, porem lhe devolve R$20,00 e foge.
Quem é o pior ladrão? O que lhe roubou a menor quantia ou a situação não diferencia o fato de que ambos se apropriaram de algo que não lhes pertenciam?
Inconscientemente, todos os dias livramos o salteador B e pasmem, algumas vezes somos ele. Sempre que você diz “é só um troco a mais/ um lixo na rua/ ninguém está vendo/ furar fila e usar vaga de deficiente (não sendo) não são crimes” roubo não seria a palavra mais apropriada, mas furto sim. Quando você apoia uma pessoa de índole duvidosa usando a justificativa de que “****, porém faz” está tão sujo quanto ele.

Entendam que tudo é um ciclo e a física explica que toda ação exige uma reação, completo dizendo que a lei de causa/efeito nem sempre é proporcional. O que se chama “efeito borboleta” é um enunciado dentro de uma ideia mais ampla, a teoria do caos. Quem nunca ouviu “o bater das asas de uma borboleta no Brasil pode desencadear um tornado no Texas”? Claro que não funciona desta maneira, usaremos a citação no intuito de compreender que a pequena ação de um pode influenciar em todo restante. A compreensão sobre valores e ética devem acompanhar todo individuo em qualquer âmbito e embora não ocorra da forma que deveria, se tratando de política, algumas simples ações podem evitar muitos problemas.

Respeito: apreço, consideração, deferência.
Percebam que a serie de acontecimentos que nos escandalizam e envolvem diz sobre o simples ato de digitar números e dar um “enter”. Após isso vieram as quebras de alianças por não concordância e defesa de partidos e ideias; acordos que trouxeram benefícios, mas fizeram refém e mal informado um cidadão; inconveniência e mau caratismo midiático por alianças afortunadas; ilusões; erros cometidos e não pagos no passado passaram a ser fiscalizados e apontados, mas esqueceram de que para apontar é preciso ter as mãos limpas… Enquanto a zona aumenta você está em casa, sentado, ludibriado, risonho, estarrecido, participando de uma comédia de convivência digna de um reality show, a diferença é que você é o palhaço e está pagando para lhe roubarem a noção, direitos e dignidade.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA