Inde(pendência)

Escândalos! Nossa história resumida a uma série de atos criminosos onde já não se conhecem culpados e inocentes.

0

Talvez não fosse a verdadeira intenção de Dom Pedro I, quando a margem do rio Ipiranga deu o famoso grito libertador “independência ou morte” que o povo realmente desistisse de viver e perdesse todo “brio”, que os filhos desta terra fugissem a luta, mas é o que vem acontecendo. O povo que antes era explorado e saqueado pelos Portugueses declarou sua independência e hoje, anos após a independência provou ao mundo que pode se roubar sozinho.

Escândalos! Nossa história resumida a uma série de atos criminosos onde já não se conhecem culpados e inocentes. Um povo que grita pelo pouco e se cala diante do muito, imediatista é por uns a júri e com isso elevar outros, tão culpados ou piores quanto. Abafar ameaças, compartilhamento de ilegalidades, inocentar poderosos, tirar de cena os “futuros” defensores, condenar inocentes, reprimir os pobres e enganar alienados com falsas estatísticas de melhora tanto no combate a criminalidade quanto desenvolvimento educacional e financeiro do país. Crise pra quem? A divida de R$20 bilhões de um famoso banco, (valor este que deveria ser pago em tributos) foi perdoada; não me recordo de cortes e ajustes valiosos dos nossos dirigentes, mas os direitos do povo… Estes sim precisam ser reformados! Vamos negociar com os patrões e o resultado será o mesmo do cenário político “eles decidem”. Olha só, mais um golpe pra conta, mas vamos esquecer isso porque condenaram o famoso Lula justamente quando a reforma foi aprovada.

Isso começou em você! Lamento informar, mas quem usa a vaga de deficiente sem portar nenhuma deficiência? Quem elegeu político por causa de uma cesta básica e este por sua vez se aliou a outro corrupto que investiu em sua campanha? Quem formou opinião através de jornais e revistas que tem interesses políticos partidários? Quem foi pra rua gritar por justiça uma única vez, por um único nome enquanto outros tantos usurpavam? Quem se esqueceu de ter uma ideia sólida e não generalizada? Quem fecha os olhos e se cala diante da injustiça que bate a porta todos os dias? Quem é que grita “tenho nojo de política” e aceita à saúde, educação e segurança do jeito que está? Quem procura padrinho pra ter acesso a projetos e benefícios que deveriam ser da população e atender a quem precisa? Ah, pra você que é matense não posso deixar de citar “roubou, porém fez/ me ajuda sempre que preciso/ me leva pro hospital/ almoça em minha casa” NÃO É PAPEL! NÃO É POLITICA! NÃO É ACEITÁVEL! É SUJEIRA! É ENGANO! Não seja massa de manobra, por favor!

Infelizmente, direta e indiretamente somos responsáveis pelo que estamos vivendo. Mas lembre-se “Se o penhor dessa igualdade conseguimos conquistar com braço forte” não é agora que você precisa parar de lutar; “Verás que um filho teu não foge à luta” não tema!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA