“Não é sobre o que você quer, mas o quanto está disposto a lutar para obter”

2

Política: “arte ou ciência da organização, direção e administração de nações ou Estados; ciência política”

Fazê-la dizia respeito a representar um povo, defender os interesses da sociedade e trabalhar para o bem comum.

Nos últimos dias assistimos um cenário caótico, lobos vestidos de cordeiros, a defesa de um povo resume-se aos próprios interesses.

No que diz respeito ao cenário Municipal, continuamos com a mesma história, de um lado, meros fantoches, do outro, uma oposição falida e decadente.

O que deveria ser a casa do povo transformou-se numa bancada de autodefesa, ao invés de fiscalizar, explanar e abordar o que diz respeito aos interesses e desenvolvimento é o novo espaço para “lavar roupa suja”.

Se já era difícil lidar com as figuras cômicas, que faz seu governo com fotos que denotam toda uma participação e interação com “os mais necessitados” imaginem agora que decidiram usar “a boca do povo” de maneira solta, e por mais que todos conheçam a verdade, mesmo cientes da posição absurda ocupada por outros, viabilizada por quem mais deveria nos cuidar, desrespeitosa de maneira tal que sobrepõem às leis, a ética e todo compromisso de verdade e respeito com os cidadãos; passou da hora de compreendermos que entre falar por conveniência e irritação existe a necessidade de agir com responsabilidade e respeito ao povo.

Queridos, é impressão ou acreditam mesmo que todos precisam de um “big brother” versão política? “Vamos gritar! Vamos chamar holofotes! Vamos visitar dona Maria e mostrar nosso carinho por ela ao invés de pensar em políticas publicas e inclusão, carinho atrai voto! Vamos brigar uns com os outros porque o povo gosta de circo!”

O que está diante dos nossos olhos hoje é que não existem mais vilões e mocinhos, não agravando a todos, mas enganar virou moda e advinha quem está sendo passado para trás de todos os lados da moeda? Como diria o brilhante Gabriel pensador:

A política no país é pura decepção, um escândalo abafa o outro e ninguém vai pra prisão

…Estou vivendo estressado, quase louco alucinado, pego duro no batente e todo mês eu sou roubado

…O mundo hoje em dia tá todo na contra mão, só se fala em guerra, fome e nesta tal Corrupção, êpa onde está o ladrão?

Senhoras, mais que generosidade particular, temos direitos e cumpri-los não é um favor que nos deve ser feito, é um dever. Seu voto não diz respeito a quem se deve cobrar, se “seu candidato” não ganhou, outros tantos estão no lugar, política não é privilégio!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA