Marília Mendonça recorre após decisão judicial de bloqueio de bens: ‘Indevida’

0

Marília Mendonça foi alvo de decisão judicial do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) após dois shows em Araguari, interior do estado, cancelados em fevereiro e março de 2017. A quantia de R$ 100 mil foi bloqueada de três contas: a da cantora, fã assumida do casal Brumar, de sua prdutora, a Workshow, e da contratante, Juliana de Lima Melo Alves, de acordo com informações do G1. De cada uma, foi bloqueada a quantia de R$ 33 mil para ressarcir as pessoas que compraram o show. Procurada pelo Purepeople, a assessoria de imprensa da artista explicou que tal cobrança é imprópria. “O processo refere-se à duas apresentações da cantora Marília Mendonça canceladas por força da natureza. As fortes chuvas que caíram sobre a cidade nas duas ocasiões impossibilitaram apresentação, preservando assim a integridade física do público, cantora, equipe e de todos os envolvidos no evento”, indica parte do comunicado.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA