Vitória tenta se afirmar no Barradão contra o Cruzeiro

0

A três rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Vitória precisa se afirmar no Barradão. Para conseguir isso, terá que fazer algo inédito nesta edição da competição: vencer dois jogos seguidos em casa. A oportunidade para quebrar o tabu é neste domingo (19), às 16h, contra o Cruzeiro.

Pior mandante da Série A, o Vitória venceu apenas três partidas no Barradão, contra Atlético-MG (2×0), Ponte Preta (3×1) e Palmeiras (3×1), na última partida dentro de casa do Leão, no dia 8 deste mês. Apesar da má campanha, o triunfo contra a equipe paulista reconquistou parte da confiança do torcedor. Na ocasião, o time deixou o gramado sob o coro de “o Barradão voltou”.

Vencer o Cruzeiro em casa é uma questão de sobrevivência. Em 16º lugar, com 39 pontos, o rubro-negro só depende dele mesmo para se manter fora da zona de rebaixamento. O ideal é vencer a equipe mineira por um placar folgado, já que o que diferencia o Leão da Ponte Preta é o saldo de gols (-8 contra -11). Adversária na luta contra a degola, a Macaca é a 16ª colocada com os mesmos 39 pontos, 10 triunfos, 9 empates e 16 derrotas. A Ponte, no entanto, só entra em campo na segunda-feira (20), às 16h, contra o Fluminense, no Maracanã.

Com 36 pontos, Sport e Avaí ocupam a 18ª e 19ª colocações, respectivamente, e têm chance de encostar no Vitória caso o time baiano tropece contra o Cruzeiro. Para ultrapassar o Leão, no entanto, precisariam vencer por placares elásticos já que têm saldo de gols muito negativos (Sport -15 e Avaí -21). A equipe pernambucana enfrenta o Bahia, neste domingo (19), às 16h, na Ilha do Retiro. A catarinense só entra em campo na segunda-feira (20), às 19h, contra o Palmeiras, na Ressacada, em jogo que encerra a 36ª rodada.

No primeiro turno, Vitória e Cruzeiro apenas empataram por 0x0, no Mineirão. Com 55 pontos, o adversário deste domingo (19) é o 5º colocado do Brasileiro e tem a segunda melhor campanha do returno, com 28 pontos em 16 jogos e 58,33% de aproveitamento. Os números assustam menos levando em consideração que o time com melhor campanha do segundo turno é o Palmeiras, derrotado pelo Vitória no último confronto no Barradão.

BAIXA E REFORÇOS

Contra o Cruzeiro, o Vitória não terá o lateral-direito Caíque Sá, que está suspenso. O técnico Vagner Mancini não adiantou o time, mas a tendência é que Patric, utilizado no meio-campo na rodada passada, seja escalado em sua posição de origem dessa vez.

O Leão terá dois reforços. O zagueiro Kanu e o volante Fillipe Soutto retornam ao time após cumprirem suspensão. Com isso, Ramon deve ficar como opção no banco de reservas, assim como o atacante Kieza, que voltou a ser relacionado após se recuperar de lesão. Como Patric será deslocado para a direita, Soutto completará o meio-campo ao lado de José Welison, Uillian Correia e Yago.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA