Praia do Forte mostra a sua força no turismo

0

Quem passar um fim de semana na Praia do Forte, antiga vila de pescadores do litoral norte baiano situada a 56 quilômetros do Aeroporto de Salvador, perceberá nitidamente porque o lugar tem força suficiente para continuar sendo um dos destinos turísticos mais visitados do País.

Além de ser um refúgio de animais marinhos – a vila é a Sede Nacional do Projeto Tamar de proteção às tartarugas-, a Praia do Forte destaca-se pela sua beleza natural, com praias de água cristalina e diversas opções artísticas, culturais e gastronômicas, além de hotéis e pousadas confortáveis e aconchegantes.

AFORTE-TXAFORTE-20170516-114538

A Praia do Forte, cravada em Mata de São João, pode ser acessada pela Linha Verde da Estrada do Coco, por meio de vans fretadas, expressos já inclusos em pacotes de viagens, bem como táxi ou mesmo transporte público a partir de Salvador.

Quem visita a Praia do Forte tem a oportunidade de conhecer melhor da fauna aquática baiana e mundial. As praias são frequentadas por baleias, leões-marinhos, pinguins, tartarugas e outros animais, que recebem tratamento, quando necessários, e depois são devolvidos à natureza.

Os praticantes de esportes aquáticos são convidados a participar de mergulhos em águas cristalinas da beira mar, de temperatura sempre agradável.

Para os visitantes recomendamos além das caminhadas na areia macia e quente das praias, passeios pela vila para melhor desfrutar da simpatia dos moradores, que se desdobram oferecendo inúmeros atrativos e serviços em locais como a Praça São Francisco, na Alameda do Sol.

No mais, conhecer o grande patrimônio cultural local é fundamental, com destaque para as construções que datam à época da vinda dos primeiros portugueses ao Brasil, a maioria tombada pelo IPHAN, a exemplo do Castelo de Garcia d’Ávila, também conhecido como a Casa da Torre.

Atamar-TXATAMAR-20170516-114745

“A praia é bem bonita, gostei do Projeto Tamar, onde eu vi tubarão e tartarugas, e adorei a água verde e bem clara do mar, que me atrai muito. A estrutura da pousada na qual a gente está é muita bacana, os preços praticados em restaurantes, lanchonetes, pontos de artesanatos e de atrações culturais são bons, enfim gostamos muito da vila”, revelou a professora sergipana Maria Cardoso, ao visitar Praia do Forte pela primeira vez.

BIKE-TXBIKE-20170516-114837

“Acho que é um dos poucos lugares no País onde se pode ganhar dinheiro com o turismo, apesar dessa crise, é na Praia do Forte”, declarou sorridente o jovem habitante local Everton Mendes de Souza, que faz parte de um grupo de nativos que conduz os visitantes em bicicletas por várias áreas da charmosa vila.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA